Pedofilia

Primeiro apelo público da Interpol para deter suspeito


 

Lusa / AO online   Internacional   8 de Out de 2007, 11:49

A Interpol apelou hoje, pela primeira vez ao público, para ajudar a localizar e a deter um homem suspeito de pedofilia em vários países e do qual publica uma fotografia na página da organização na Internet.
    Imagens alteradas do suspeito circulam na Internet há vários anos.

    A Interpol considera, que sem qualquer ajuda do público, será difícil levar o indivíduo à justiça.

    As fotografias originais, que circulam na Internet, foram alteradas digitalmente pelo próprio suspeito ou qualquer cúmplice para disfarçar o rosto.

    No entanto, especialistas da polícia alemã em colaboração com pessoal da Interpol conseguiram uma imagem que permite identificar com uma certa nitidez a cara do suspeito, apesar de se desconhecer o nome e a nacionalidade do indivíduo.

    A análise das fotografias originais, cerca de duzentas, permitiu comprovar que o homem aparece com uma dúzia de menores e que foram tiradas no Vietname e no Camboja.

    Na página digital da organização, qualquer pessoa que pense reconhecer o suspeito pode escrever e dar pistas que conduzam à detenção, de acordo com o pedido da Interpol.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.