Preço do ouro aproxima-se de máximo com 28 anos


 

Lusa / AO online   Economia   24 de Set de 2007, 18:04

O preço do ouro voltou hoje a subir nos mercados internacionais, aproximando-se do máximo de 28 anos, a beneficiar da queda do dólar e a funcionar como investimento refúgio.
A onça de ouro no mercado à vista de Nova Iorque estava a valer hoje 734,7 dólares, face aos 731,6 dólares da sessão anterior, aproximando-se do máximo de 28 anos, nos 747,1 dólares.

Os receios de inflação e a queda do dólar têm estado a ajudar o ouro a ganhar valor nas últimas semanas, com o mercado de futuros a atingir hoje os 742,4 dólares por onça.

Numa altura em que os mercados financeiros continuam voláteis e com elevados níveis de incerteza, ainda na sequência dos problemas de crédito hipotecário de alto risco dos EUA, o ouro volta a funcionar como activo refúgio, com os investidores a aumentarem a procura por este metal.

Os elevados preços do petróleo e a descida das taxas de juro de referência por parte da Reserva Federal norte-americana são outros dos factores que justificam a valorização do ouro, segundo alguns analistas.

Desde o início de 2007, o preço do ouro já subiu 101,2 dólares por onça.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.