Açoriano Oriental
Portugueses são dos mais tolerantes com idade das altas figuras políticas
Os portugueses são dos cidadãos europeus mais tolerantes com a idade da mais alta figura política do país, admitindo ter um chefe de Estado com menos de 30 anos ou mais de 75, revela um estudo divulgado em Bruxelas.
Portugueses são dos mais tolerantes com idade das altas figuras políticas

Autor: Lusa/AO Online

O “Eurobarómetro sobre discriminação”, divulgado hoje pela Comissão Europeia, dedica um capítulo à discriminação relativamente à idade, que revela que os portugueses são dos europeus que menos problemas revelam ter com a idade da pessoa que ocupa o “cargo político mais elevado no país”.

Cerca de três quartos dos portugueses inquiridos (73%) afirmam-se “confortáveis” ou “indiferentes” com a ideia de o seu mais alto responsável político ter menos de 30 anos (sendo que em Portugal é necessário ter 35 anos para ser candidato ao mais alto cargo de Estado, o de Presidente da República), e 62% afirmam o mesmo relativamente a alguém com mais de 75 anos, o que representa, respetivamente, o quinto e o quarto valor mais elevado entre os 28 Estados-membros.

Também uma clara maioria dos portugueses inquiridos afirma-se à vontade (“confortável” ou “indiferente”) com a possibilidade de ter no mais alto cargo político do país alguém de uma religião diferente da maioria da população (80%, o segundo valor mais alto entre os 28 países da UE) ou com uma origem étnica diferente (74%).

O inquérito foi conduzido entre maio e junho, tendo em Portugal sido entrevistadas 1.005 pessoas.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.