Alemanha

Português em estado grave após agressão a em Hamburgo


 

Lusa / AO online   Nacional   17 de Nov de 2009, 18:09

 Um português de origem africana de 37 anos está em estado grave, depois de ter sofrido dois derrames cerebrais, na sequência de uma agressão de contornos presumivelmente racistas, que ocorreu no domingo de manhã, em Hamburgo, informou a polícia local.
A vítima seguia no seu carro na metrópole norte-alemã, por volta das sete horas locais (6H00 de Lisboa), parou num sinal vermelho, e viu um indivíduo a colar um autocolante na parte de trás do veiculo, que a polícia verificou ser um autocolante com uma palavra de ordem do partido neofascista NPD, a dizer “Hamburgo tem de continuar a ser alemã”.

Um porta-voz da polícia disse também que o português desceu do carro para pedir explicações ao indivíduo, mas foi imediatamente agredido a soco, caindo ao chão, enquanto o agressor se punha em fuga num carro pequeno de cor escura, segundo a descrição que ainda conseguiu fazer às autoridades.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.