Portugal, Espanha e França esperam por programa de vigilância marítima conjunta


 

Lusa/AO   Internacional   12 de Nov de 2008, 05:19

Portugal, Espanha e França deverão começar a definir em 2009 um programa conjunto de vigilância marítima para melhorar a “troca de informações” e dar uma visão “de conjunto e integrada” à Marinhas dos três países.
Segundo fonte ligada à Secretaria de Estado da Defesa e dos Assuntos do Mar, os três países mediterrânicos já debatem há algum tempo uma “política de segurança no mar”, faltando apenas que a Comissão Europeia “ponha cá fora os termos de referência” e lance um “programa de candidaturas para projectos concretos” para que esta ideia se materialize.

    De acordo com a mesma fonte, a Comissão Europeia deverá lançar este “convite” ainda em 2009.

    “A ideia não é uma guarda costeira europeia mas sim que as Marinhas tenham um visão de conjunto e integrada e se crie um enquadramento legal para trocas de informação entre os países”, explicou a fonte, acrescentando que esta iniciativa “faz todo o sentido” devido à localização geográfica dos três intervenientes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.