Portugal com uma das mais altas cargas fiscais no sector automóvel

Portugal com uma das mais altas cargas fiscais no sector automóvel

 

Lusa/AO online   Nacional   7 de Out de 2007, 13:17

Portugal continua a ter a carga fiscal, no sector automóvel mais elevada da União Europeia a seguir à Dinamarca e ao Chipre, apontou hoje o secretário-geral da ACAP.

A Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP) diz que esta situação permanece apesar do novo sistema fiscal em vigor desde Julho último e mesmo sendo "Portugal um dos países com as taxas de emissões de CO2 mais baixas da União Europeia".
-O secretário-geral da associação, Hélder Barata Pedro, criticou esta situação num "workshop" organizado em parceria com a Associação Industrial do Minho (AIMinho) no âmbito da Expomotor 2007.
"A ACAP vai continuar a lutar pela redução do imposto no momento da compra do automóvel", afirmou, porque "apesar de ter havido, em 2007, uma redução de 10 por cento no imposto de aquisição, este foi deslocado para o imposto da circulação".
O objectivo do encontro foi debater o impacto do novo regime fiscal e a importância de uma boa gestão de resíduos no sector automóvel.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.