Açoriano Oriental
Ponta Delgada, um municipio gerido pelo PSD há 11 anos, mas ainda sem candidatos revelados
A Câmara de Ponta Delgada, nos Açores, o maior município açoriano gerido pelo PSD desde 2001, é uma das mais disputadas em eleições autárquicas, mas nem socialistas nem social-democratas ainda divulgaram nomes de candidatos.
article.title

Foto: Direitos Reservados
Autor: Lusa/AO Online

Em 2009, o PSD venceu as autárquicas em Ponta Delgada com 60,7 por cento dos votos, elegendo seis elementos para o executivo camarário, enquanto o PS conquistou 31 por cento dos votos e elegeu três vereadores.

Com a saída de Berta Cabral da presidência do município para se candidatar à liderança do Governo Regional dos Açores, nas eleições em outubro, a autarquia passou a ser liderada pelo vice-presidente da Câmara, José Manuel Bolieiro, que ainda não esclareceu se vai a votos em 2013.

Contactada pela Lusa uma fonte partidária salientou que o partido realizou a 18 de dezembro eleições diretas para a presidencia, pelo que "só depois do congresso" regional, que se realiza de 11 a 13 de janeiro, surgirão nomes de candidatos.

Do lado dos socialistas, e depois da maioria absoluta alcançada nas eleições regionais de outubro, as atenções estão agora centradas nas autárquicas de 2013 e com o desafio de vencer a Câmara Municipal de Ponta Delgada, mas os nomes dos possiveis candidatos só deverão surgir após o congresso regional do partido agendado para 25, 26 e 27 de janeiro.

Também o PCP disse que "ainda não estão definidos candidatos, nem listas", mas o líder dos comunistas açorianos adiantou à Lusa que "os objetivos gerais são concorrer a um maior número de Assembleias de Freguesias, Assembleias Municipais e Câmaras Municipais".

"Já iniciamos algum trabalho de preparação", frisou Aníbal Pires, salientando que Ponta Delgada "tem a mesma importância que um outro município".

No caso do CDS/PP, fonte partidária adiantou à Lusa que "em janeiro reúnem os órgãos regionais" do partido para começar "a delinear o projeto autárquico", enquanto o BE também não avançou à Lusa com uma possível data em que deverá apresentar candidatos.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.