Pinto da Costa fala em resultado "falseado de forma flagrante"


 

Lusa / AO online   Futebol   28 de Set de 2007, 19:04

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, lamentou hoje que o Benfica tenha sido beneficiado pela arbitragem no encontro com o Estrela da Amadora, quarta-feira, na terceira eliminatória da Taça da Liga em futebol.
“Quero lamentar que um resultado tenha sido falseado de uma maneira tão flagrante”, disse Pinto da Costa, em alusão à grande penalidade inexistente e apontada pelo auxiliar de Duarte Gomes, já nos descontos e quando os “encarnados” perdiam por 1-0.

À margem das comemorações do 114º aniversário do clube, Pinto da Costa explicou que, caso tivesse acontecido uma grande penalidade a favor do FC Porto falar-se-ia em “apito azulado” e lamentou que ninguém fale num “apito encarnado”.

O presidente portista aludiu ainda às recentes declarações do treinador do Benfica, o espanhol José António Camacho, que elogiou o percurso do FC Porto no campeonato português.

“Camacho é uma pessoa séria e diz o que pensa. Só quem estiver de má vontade ou cego é que pode colocar em causa o mérito do FC Porto”, disse Pinto da Costa, desvalorizando ainda a eliminação prematura da Taça da Liga, frente ao Fátima, da Liga de Honra.

O dirigente comentou ainda a agressão do seleccionador português, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, ao sérvio Dragutinovic, explicando só lhe competir falar de assuntos do FC Porto.

“Acho que as pessoas competentes para falar, já falaram. Mas quero dizer que, esteja ou não de acordo, a mim compete-me falar das pessoas que estão no ciclo do FC Porto e o senhor Scolari não está nesse ciclo”, concluiu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.