Pescas

Pesca descarregada nos portos açorianos aumentou 64% até Julho

Pesca descarregada nos portos açorianos aumentou 64% até Julho

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Set de 2011, 15:23

O volume de pesca descarregada nos portos dos Açores aumentou 64 por cento nos primeiros sete meses deste ano, face ao período homólogo de 2010, traduzindo-se numa subida das receitas em lota de 32 por cento.
Os dados hoje divulgados pelo Serviço Regional de Estatística (SREA) indicam que, entre Janeiro e Julho, o pescado descarregado nas ilhas açorianas atingiu 9,5 mil toneladas, contra 5,8 mil nos primeiros sete meses do ano passado.

No mesmo sentido, os rendimentos da pesca em primeira venda cresceram de 18,4 para 24,2 milhões de euros.

Na ilha de S. Miguel, onde se registou o maior crescimento, foram descarregadas até Julho 4,8 mil toneladas de pescado (3,6 mil nos primeiros sete meses de 2010), que renderam 11,8 milhões de euros (9,7 milhões de euros no mesmo período de 2010).

A segunda ilha que teve maior aumento foi o Pico, com 2,5 mil toneladas (562), com um valor em lota de 3,6 milhões de euros (1,1 milhões de euros).

Este aumento da pesca descarregada nos Açores deveu-se ao incremento das capturas de tunídeos, pelo que o maior crescimento ocorre nas ilhas com indústria de conservas de atum – S. Miguel e Pico.

Na Terceira, verificou-se neste período uma quebra no pescado descarregado, que caiu de 3,3 mil para 3,1 mil toneladas, apesar de se ter registado um aumento do rendimento em lota de 646 mil para 664 mil euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.