Pelo menos quatro mortos na queda de um helicóptero militar no Afeganistão

Pelo menos quatro mortos na queda de um helicóptero militar no Afeganistão

 

Lusa/Ao online   Internacional   15 de Set de 2018, 09:50

Um helicóptero militar afegão, que transportava armas e munições, explodiu e incendiou-se durante uma "aterragem de emergência" no oeste do Afeganistão, causando a morte a pelo menos quatro pessoas, entre as quais o piloto, avançaram este sábado responsáveis regionais.

No decurso de um trajeto, iniciado na noite de sexta-feira, de Herat para a província vizinha de Farah, o aparelho teve “problemas técnicos”, explicou à AFP Nasir Mehri, porta-voz do governador da província de Farah.

Numa mensagem à imprensa, enviada através da rede social WhatsApp, o porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, afirmou que os combatentes tinham abatido “o helicóptero inimigo”.

O número de quatro mortos foi confirmado pelo porta-voz da polícia na província de Farah, Mohibullah Mohib.

Num comunicado, o Ministério da Defesa anunciou serem cinco os mortos e indicou que uma equipa técnica foi enviada para o local para investigar o acidente.

Os talibãs intensificaram os ataques contra as forças de segurança, enquanto o Governo afegão e os EUA procuram convencê-los a sentarem-se à mesa das negociações para pôr fim a mais de 38 anos de guerra ininterrupta, desde a invasão soviética do Afeganistão, no final de 1979.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.