PCTP/MRPP diz que "não sai derrotado" apesar de não ter elegido ninguém


 

Lusa/AO online   Regional   14 de Out de 2012, 22:52

O PCTP/MRPP afirmou este domingo que os açorianos "perderam a oportunidade de terem uma voz" no parlamento regional que "se demarca do oportunismo", alegando que o partido "não sai derrotado" das eleições nos Açores.

"É um problema do eleitor que abraça uma atitude de subserviência. É uma opção das pessoas", afirmou Pedro Pacheco, o cabeça de lista do PCTP/MRPP por S.Miguel nas eleições regionais.

Pedro Pacheco disse que existiu "uma incapacidade por parte do eleitor de ver o que está a acontecer no pais", acrescentando que o PCTP/MRPP travou nestas eleições "um campo de luta desigual".

"Mas, não saímos derrotados nesta campanha", frisou Pedro Pacheco, acrescentando que o partido "tem uma linha de política justa".

O PS ganhou hoje as eleições regionais açorianas, com maioria absoluta dos deputados eleitos no Parlamento Regional. O PCTP/MRPP obteve 347 votos, que correspondem a 0,32 por cento, ficando em décimo lugar entre os 12 partidos concorrentes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.