PCP propõe medidas de valorização do setor vitivinícola dos Açores

PCP propõe medidas de valorização do setor vitivinícola dos Açores

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   10 de Dez de 2018, 09:51

O deputado do PCP e membro da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu, Miguel Viegas, apresentou recentemente uma proposta que reforça o leque de castas para vinhos certificados, dando assim melhores condições de desenvolvimento dos vinhos açorianos e em particular os da ilha do Pico.

“Há muito que os deputados do PCP no Parlamento Europeu em ligação com as organizações regionais e locais do Partido, acompanham o desenvolvimento do setor vitivinícola açoriano e com especial destaque para a ilha do Pico e Terceira”, lê-se em comunciado do partido.


Procurando consolidar o percurso assinalável de consolidação do setor vitivinícola açoriano, o PCP “acrescentou a Saibel à lista de castas cujo uso para vinho certificado estava excluído pela legislação europeia. Esta exclusão assentava em pressupostos sobre a sua qualidade que foram, entretanto, desmentidos pela ciência”. Desta forma, e “caso a proposta seja aprovada, quer a casta Isabelle, quer a casta Saibel poderão ser usadas para a fabricação de vinho fino, podendo este ser exportado em total liberdade”, acrescenta a nota.


O PCP/Açores e os deputados do PCP no Parlamento Europeu defendem também, a par de uma profunda modificação da Política Agrícola Comum, a necessária restauração do POSEI-Pescas (fora do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas) e da criação de um programa específico POSEI-Transportes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.