Paulo Luís Sousa faz história no Nacional de Surf

Paulo Luís Sousa faz história no Nacional de Surf

 

Arthur Melo   Outras modalidades   19 de Set de 2008, 21:50

Pela primeira vez um surfista açoriano passou uma eliminatória no Campeonato Nacional de Surf Open. O ribeira-grandense Paulo Luís Sousa foi o herói do primeiro dia de prova, competindo ontem de manhã na bateria onde se encontra o actual líder do Ranking Nacional, Ruben Gonzalez
O surfista ribeira-grandense Paulo Luís Sousa qualificou-se para a segunda eliminatória do Ribeira Grande Pro 08, terceira etapa do Campeonato Nacional de Surf Open e Feminino ANS Tour 2008, que está a decorrer na Ribeira Grande.

No areal de Santa Bárbara, o atleta inscrito na Associação de Surf de São Miguel tornou-se no primeiro açoriano a ultrapassar uma ronda de uma prova do Nacional, enchendo de orgulho os responsáveis associativos micaelenses e todos os adeptos da modalidade.

Na sexta bateria da primeira eliminatória, o ribeira-grandense foi segundo, com a nota de 5.50 pontos, atrás de Francisco Cruz (36º do Ranking) com 10.00 e à frente de Ivo Gonçalves (76º classificado em 2007) com 2,63.

Estou muito feliz! Confesso que não estava à espera mas acabou por correr bem apesar das ondas não serem das melhores”, começou por dizer logo após ter terminado a sua prestação.

Foi muito complicado, com muito vento e alguma corrente. As ondas não estão muito boas. Limitei-me a procurar o melhor sítio para estar na onda”, relatou Paulo Luís Sousa as dificuldades que sentiu nos 25 minutos de duração de cada heat.

Na segunda eliminatória - que já ontem viu cumpridas quatro das oito baterias programadas - o jovem da Ribeira Grande vai abrir o dia, atendendo a que o seu heat está programado para se iniciar por volta das 08h30 deste sábado.

O meu objectivo já está cumprido, que era passar um heat, não ficar em último lugar. Agora é ver no que vai dar”, anteviu o jovem de 23 anos, natural da Ribeira Grande, antes de conhecer o nome dos seus adversários: Ruben Gonzalez (actual líder do Ranking), César Rocha (61º) e Ivo Cação (15º) - uma bateria bastante forte e que vai concentrar as atenções dos açorianos neste sábado de manhã.

Os restantes seis competidores açorianos em prova - Diogo Medeiros (3º no Heat3), João Flor (4º no H4), João Alves (4º no H5), Rui Soares (3º no H7), Carlos Valério (4º no H7) e João Brilhante (3º no H8) desfrutaram da oportunidade de competir com os melhores do País, não conseguindo contudo o apuramento.

Esta sexta-feira, primeiro dia de prova, ficou marcada pelo vento de nordeste que prejudicou de alguma forma a prestação dos atletas e a formação de ondas, tendo a organização optado por fazer uma pausa durante a tarde devido à ausência de ondas.

Nas primeiras quatro baterias da segunda ronda, disputadas ontem, as ondas já foram bem melhores, esperando-se para hoje ondulação com cerca de 2,5 metros, o que vai contribuir para o espectáculo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.