Açoriano Oriental
Açores/Eleições
PAN pede confiança para "uma voz nova" em prol dos açorianos

O porta-voz do PAN/Açores pediu a confiança aos eleitores para que o partido chegue ao parlamento e seja "uma voz nova" em defesa das "necessidades reais dos açorianos", criticando a "bolha política instalada" na Assembleia Regional.

PAN pede confiança para "uma voz nova" em prol dos açorianos

Autor: Lusa/AO Online

“Nós acreditamos que vamos ser eleitos, mas obviamente que são os cidadãos que vão decidir. Nós pedimos confiança aos açorianos, somos um partido responsável. Nós queremos um grupo parlamentar. Se tivermos uma pessoa apenas como deputado é uma vitória à mesma para o PAN. O grupo parlamentar conseguirá ir mais longe, conseguirá ter mais tempo dentro do parlamento para apresentar mais diplomas”, sublinhou Pedro Neves, cabeça de lista pelos círculos de São Miguel e da compensação.

O candidato falava aos jornalistas após uma visita à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, no âmbito da campanha para as eleições legislativas regionais de domingo.

Pedro Neves sublinhou que, apesar de o partido não ter alcançado a eleição de um deputado nas últimas regionais, o PAN esteve “a trabalhar todos os dias mesmo sem representação parlamentar” conseguindo “imprimir a força do partido dentro dos Açores”.

“Deram-nos a confiança e nós pedimos ainda mais confiança, confiança para o PAN, porque falta oposição nos Açores”, frisou Pedro Neves, criticando a “falta de oposição no parlamento” regional.

Para o candidato “parece que o parlamento está a ser regido apenas por um único partido, onde o PSD não faz oposição, o BE não faz oposição, o CDS não faz oposição”.

“E nós queremos uma voz nova dos açorianos para conseguirmos falar sobre as necessidades reais dos açorianos e não as necessidades da bolha política instalada no parlamento açoriano”, vincou Pedro Neves, dizendo que “a maioria absoluta” do PS “tem de acabar já no domingo" para que "haja pluralidade dentro do parlamento açoriano”.

O candidato que visitou os Bombeiros da Ribeira Grande enalteceu a ação destes profissionais e dos voluntários que “fazem um trabalho altruísta e de sacrifício” na “ajuda às comunidades nos Açores”.

Pedro Neves garantiu que "uma das primeiras" iniciativas que o PAN vai fazer se tiver representação parlamentar na Assembleia Regional é avançar com uma proposta para a criação da "carreira do bombeiro profissional", lamentando existir "um vazio legal" nesta matéria.

"Não temos bombeiros profissionais nos Açores, são apenas assalariados e está aqui uma injustiça enorme comparativamente com outra região autónoma que é a Madeira e continente", sustentou o porta-voz do PAN.

Pedro Neves referiu, por exemplo, que nos Açores são "720 euros de ordenado para um bombeiro profissional que não é um bombeiro profissional, porque não há uma carreira profissional de bombeiros nos Açores".

As legislativas dos Açores decorrem no domingo, com 13 forças políticas candidatas ao parlamento: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP.

No arquipélago, onde o PS governa há 24 anos, existe um círculo por cada uma das nove ilhas e um círculo de compensação, que reúne os votos não aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.