Austrália

Padre condenado a mais de 19 anos de prisão por crimes de pedofilia


 

Lusa / AO online   Internacional   2 de Jul de 2010, 12:20

Um padre australiano foi esta sexta-feira condenado a 19 anos e dez meses de prisão por ter abusado sexualmente de 25 menores entre 1968 e 1986, crimes considerados “sádicos” pela juíza.

Denham, de 67 anos, foi detido em 2008 devido a uma denúncia recebida em Abril de abusos sexuais contra rapazes, com idades entre os seis e os 17 anos, em várias escolas religiosas na capital australiana e em Nova Gales do Sul.

“Os indecentes assaltos aos rapazes foram persistentes e sádicos, o que supõe uma conduta criminal séria. As acções do acusado contribuíram para criar uma cultura de medo que tornou possível a ocorrência dos crimes e que ficassem impunes durante anos”, indicou a juíza Helen Syme.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.