OPEP perde controlo sobre preços de petróleo

OPEP perde controlo sobre preços de petróleo

 

Lusa / AO online   Economia   16 de Nov de 2007, 15:49

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) perdeu o controlo dos preços do petróleo e o barril poderá em breve atingir os 100 dólares, afirmou em Riade o ministro do petróleo venezuelano.
“A OPEP não pode fazer nada acerca dos preços”, afirmou Rafael Ramirez, em Riade, Arábia Saudita, onde os ministros da organização se encontram reunidos.

As declarações do ministro provocaram uma subida de 1,61 dólares no preço do barril do petróleo, em Nova Iorque, para 95,04 dólares e de 1,21 dólares, em Londres, para 91,44 dólares.

Os preços do petróleo podem atingir “brevemente” os 100 dólares o barril, e a OPEP pode fazer “muito pouco” acerca disso, acrescentou.

A OPEP considera, contudo, que não há qualquer razão para aumentar a produção até à próxima reunião de 5 de Dezembro por considerar que os níveis de reservas são os adequados.

Desde a última decisão, tomada em Setembro, de aumentar a partir de Novembro a produção em 500 mil barris diários, os preços já subiram 20 por cento.

Na semana passada atingiu um novo recorde nos 98,62 dólares o barril, em Nova Iorque, perante receios de que o abastecimento não seja suficiente para enfrentar o Inverno no Hemisfério Norte.

Os preços estão também a subir devido a preocupações de que produtores como Irão e Nigéria interrompam o abastecimento, bem como à opção dos investidores pelas “commodities” face à turbulência dos mercados financeiros e à queda do dólar.

O presidente da OPEP, Mohamed al-Hamli, afirmou, no entanto, que esta subida de preços é “potencialmente perigosa”, pois pode levar os consumidores a optarem por outras formas de energia.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.