Liga Vitalis

Nulo não favorece Santa Clara que mantém o terceiro lugar

Nulo não favorece Santa Clara que mantém o terceiro lugar

 

Susete Rodrigues   Futebol   31 de Out de 2009, 20:33

O Santa Clara foi ao terreno do Portimonense empatar a uma bola, em jogo antecipado da 8ª jornada da Liga Vitalis.
Um nulo no marcador foi o que ficou registado no placar do Estádio de Portimão, num jogo em que a segunda parte foi mais equilibrada, já que as equipas arriscaram mais e melhoraram o seu jogo ofensivo.
Com este resultado e com os restantes jogos da ronda a terem lugar hoje, o Santa Clara mantém o terceiro lugar, com 13 pontos; enquanto o Portimonense também continua em segundo, mas agora com os mesmos 14 pontos que o Feirense, primeiro classificado, que hoje recebe o Gil Vicente, e em caso de vitória pode consolidar a liderança.
No que diz respeito ao encontro, logo aos dois minutos de jogos, Aragoney levou perigo à baliza de Matt Jones, num lance que poderia adivinhar-se que muitos mais seriam iguais.
Porém, isto foi um engano, já que nos primeiros dez minutos as equipas ainda se estudavam mutuamente, e o Santa Clara só havia rematado à baliza por uma vez, através de um livre de Oliveira. Notou-se então que as formações estavam a arriscar pouco, talvez a jogar pelo seguro.
Após uma série de lances, quer de uma quer de outra equipa, sem perigo, NunoSantos remata de longe, avisando que o Santa Clara queria marcar.
Na segunda parte, Litos fez duas alterações, e Vítor Pereira não mexeu no onze inicial.
O jogo melhorou substancialmente, foi mais equilibrado e repartido,com um Santa Clara mais interventivo, desde cedo, já que Oliveira, aos 46 minutos remata por cima.
Cinco minutos depois, Leandro Tatu cruza para Rincon que fica a pedir falta na pequena área, mas o árbitro do encontro, Pedro Proença, nada assinalou e até avisou Vítor Pereira pelos protestos.
O Portimonense respondeu à passagem do minuto 55, com Garavano a falhar aquilo que poderia ter sido golo da equipa da casa.
Dois minutos depois, Matt Jones é chamado a intervir de novo e com sucesso.
Do lado do Santa Clara, Oliveira tentava, nas marcações de livres, levar perigo, e aos 70 minutos leva uma bola ao poste.
Vítor Pereira fez entrar Renan - algum tempo afastado devido a lesão - o que se tornou numa boa aposta, já que avançado, na sua primeira intervenção, leva Alê a efectuar uma defesa incompleta, num remate perigoso, e na recarga Valter falha na concretização.
Aos 78 minutos Leandro Tatu cruza para Renan, que volta a levar perigo. A equipa da casa responde e até podia ter marcado, mas Stopira salva o Santa Clara de levar um golo.
Até ao final do jogo, os encarnados de Ponta Delgada não baixaram os braços, mas falharam na finalização.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.