Ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27 discutem hoje situação na Líbia


 

Lusa/AO Online   Internacional   10 de Out de 2011, 07:44

Os chefes das diplomacias da União Europeia, reunidos hoje no Luxemburgo, vão discutir a situação na Líbia, devendo manifestar o seu apoio às novas autoridades, mas dando também conta de algumas inquietações.

Segundo fontes diplomáticas, os 27 deverão saudar a evolução da situação na Líbia e expressar o seu apoio à autoridades governamental interina da Líbia, representada pelo Conselho Nacional de Transição (CNT), mas não deixarão de chamar a atenção para algumas situações preocupantes.

O Conselho de Negócios Estrangeiros deverá designadamente “expressar a sua inquietação face às notícias sobre graves violações dos direitos humanos” e saudará as declarações do presidente do CNT, Mustafa Abdeljalil, sobre a necessidade de proteger as minorias vulneráveis, segundo as mesmas fontes.

Os 27 deverão ainda manifestar a sua “preocupação particular com a proliferação de armas convencionais e sublinhar a sua vontade de cooperar com os países da região, a fim de reduzir o risco de destabilização”.

Por fim, os ministros dos Negócios Estrangeiros deverão fazer um ponto da situação das medidas adotadas, do lado europeu, para ajudar a relançar a economia líbia após a guerra civil, como o progressivo levantamento de medidas restritivas e regime de sanções e estímulos à retoma da atividade nos setores petrolífero e bancário.

Ainda no quadro da “primavera árabe”, os chefes de diplomacia vão voltar a abordar a situação na Síria, esperando-se que tomem uma posição particularmente dura contra a “campanha brutal que o regime sírio continua a conduzir contra a sua própria população”.

Na terça-feira, os 27 voltam a reunir-se mas ao nível de Assuntos Gerais – titulares das pastas dos Assuntos Europeus -, sendo o principal ponto da agenda a preparação do Conselho Europeu de 17 e 18 de outubro em Bruxelas.

Portugal estará representado na reunião de hoje de Negócios Estrangeiros pelo ministro Paulo Portas, e pelo secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Miguel Morais Leitão, no Conselho de Assuntos Gerais de terça-feira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.