Açoriano Oriental
Ministra da Justiça afirma que timorenses são “bem-vindos” a Portugal

A ministra da Justiça, Rita Alarcão Júdice, afirmou que os timorenses são “bem-vindos a Portugal” e adiantou que os confrontos registados em Fátima estão a ser tratados como “qualquer incidente que acontece”, independentemente da nacionalidade.

Ministra da Justiça afirma que timorenses são “bem-vindos” a Portugal

Autor: Lusa/AO Online

A ministra, em visita a Dili, foi questionada pelos jornalistas de Timor-Leste sobre se a nova lei da imigração, adotada por Portugal, estava de alguma forma relacionada com os incidentes em Fátima, entre grupos de timorenses, tendo assegurado que não, e explicado que se trata de uma alteração que estava prevista.

“A alteração da lei dos imigrantes não está relacionada com os confrontos com os timorenses. É uma situação que estava preparada e programada, porque o Governo sempre disse que queria ter uma política de imigração humanista, em que acolha quem chega a Portugal e possa dar condições de integração”, salientou a ministra da Justiça.

“Não há qualquer relação, os timorenses são bem-vindos a Portugal”, repetiu a ministra.

Rita Alarcão Júdice, que chegou hoje a Díli para uma visita, que termina domingo, falava aos jornalistas depois de um encontro com o Presidente timorense, José Ramos-Horta.

Dezenas de jovens timorenses alegadamente pertencentes a dois grupos de artes marciais envolveram-se domingo em confrontos em Fátima, que provocaram um morto e quatro feridos.

O incidente coincidiu com a promulgação pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa da nova lei da imigração de Portugal, o que levou timorenses a especular se a nova lei estaria relacionada com os incidentes de Fátima.

“A situação estará sob investigação da Polícia Judiciária e será tratada nos tribunais, seguirá o seu caminho normal, como qualquer incidente que acontece com jovens de qualquer nacionalidade”, explicou a ministra da Justiça.

Antes do encontro com o chefe de Estado, a ministra esteve reunida com o primeiro-ministro, Xanana Gusmão.

O chefe do executivo timorense disse, em tétum, que durante o encontro abordaram a reforma do setor e lembrou que se trata da primeira visita a Timor-Leste de um membro do novo Governo português.

“O Governo de Portugal foi recentemente constituído. A Ministra da Justiça veio para mostrar que Portugal tem um forte compromisso com Timor-Leste. Qualquer necessidade que tivermos em termos de cooperação será prontamente atendida por Portugal. Conversamos principalmente sobre a reforma judicial,” disse Xanana Gusmão, no final do encontro.

O primeiro-ministro timorense adiantou que estava prevista a assinatura de um acordo entre os ministros português e timorense, mas que não aconteceu “devido a algumas questões pendentes”.

“O Ministro da Justiça de Timor-Leste, Sérgio Hornay, irá a Portugal para assinar o acordo”, salientou Xanana Gusmão.

A deslocação da ministra da Justiça a Timor-Leste também está enquadrada no âmbito das celebrações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, que em Díli será assinalado sábado em Liquiçá.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados