Educação

Ministério garante que Região é que diz se quer mais magalhães

Ministério garante que Região é que diz se quer mais magalhães

 

Paula Gouveia   Regional   28 de Mar de 2010, 16:13

Terminou o segundo período do ano lectivo e continua por decidir qual o futuro do programa e-escolinha na Região.

Quase três meses depois do lançamento do concurso internacional lançado pelo Governo da República para aquisição de 250 mil computadores portáteis para alunos e professores do território continental, excluindo as regiões autónomas, não há sequer certeza se o programa terá continuidade nos Açores

O Ministério da Educação afirma, através do gabinete da ministra, que a decisão sobre o futuro do programa e-escolinha cabe à Secretaria Regional da Educação, e que, por essa razão, não tem nada a informar sobre a aquisição de computadores portáteis para os alunos que ingressaram este ano no 1º ciclo do Ensino Básico nas escolas açorianas.
A Secretaria Regional da Educação e Formação, por seu lado, deixa tudo em aberto

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa do Açoriano Oriental deste domingo, dia 28 de Março de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.