Marinha reforçou procedimentos de segurança nos salvamentos (vídeo)

Carregando o video...

 

Luís Pedro Silva   Regional   6 de Nov de 2018, 08:45

Incidente registado em dezembro de 2015 ao largo da ilha de São Miguel, motivou uma alteração nos salvamentos marítimos

Os problemas registados pela Marinha Portuguesa no salvamento do único tripulante do veleiro francês “Sma Solo Sailor”, quando estava a 50 milhas a norte da ilha de São Miguel em dezembro de 2015, motivou uma alteração nos procedimentos de segurança para içar uma embarcação semirrígida para bordo do navio.

As imagens do salvamento foram divulgadas pela estação de televisão SIC no domingo à noite, mostrando como o tripulante que estava a ser salvo, juntamente com três militares, caíram no mar na sequência de um incidente com a embarcação de socorro.

O porta-voz da Marinha explicou que um cabo se danificou quando se preparava para fazer subir a embarcação semirrígida para o navio patrulha ‘Viana do Castelo”, provocando a queda no mar de quatro pessoas.

“Foi partido um cabo e a embarcação rodou sobre o seu eixo, embatendo com a parte traseira junto ao costado do navio”, explicou o porta-voz da Marinha Portuguesa.


Leia mais na edição desta terça-feira, 06 novembro 2018, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.