Açoriano Oriental
Mais de 20% dos resíduos urbanos foram reciclados nos Açores em 2013
No ano passado, 22% dos resíduos urbanos produzidos nos Açores foram tratados para reutilização e reciclagem, sendo o objetivo alcançar os 50% em 2020, disse hoje o presidente do Governo Regional.
Mais de 20% dos resíduos urbanos foram reciclados nos Açores em 2013

Autor: Lusa/AO online

Estes resíduos incluem o papel, cartão, plástico, vidro, metal, madeira e resíduos biodegradáveis.

Os dados foram revelados por Vasco Cordeiro na inauguração do Centro de Processamento de Resíduos de São Jorge, um investimento de mais de seis milhões de euros.

Este centro permite o depósito seletivo de resíduos recolhidos na ilha de São Jorge e a transformação do lixo orgânico em composto, a ser usado como fertilizante na agricultura.

Integra ainda um "centro de transferência, com vista ao encaminhamento dos resíduos não recicláveis para destino final adequado".

Vasco Cordeiro lembrou que o executivo regional avançou com a construção de sete infraestruturas deste tipo em sete ilhas, num investimento global de 40 milhões de euros.

Por outro lado, referiu que avançaram já os processos de selagem e requalificação dos aterros e lixeiras das ilhas do Corvo, Flores, Graciosa, São Jorge, Faial e Santa Maria, que custarão cinco milhões de euros e resolverão "um dos mais graves passivos ambientais existentes" no arquipélago.

"Estamos, assim perante, uma das mais importantes reformas estruturais alguma vez feita nos Açores", afirmou o presidente do executivo açoriano, dizendo que esta estratégia para a gestão do lixo fará do arquipélago "uma região de referência" a nível nacional e europeu.

Dirigindo-se aos dois municípios da ilha de São Jorge (Calheta e Velas), Vasco Cordeiro deixou-lhes o "repto" de adaptarem os respetivos sistemas de recolha de resíduos ao centro agora inaugurado, "promovendo a integração da recolha seletiva e indiferenciada e a eventual partilha de equipamentos e serviços".

Por outro lado, reafirmou "a disponibilidade" do executivo regional para apoiar as câmaras municipais nesta área, referindo especificamente "o incremento da sensibilização e informação dos cidadãos".

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.