Açoriano Oriental
Lara Martinho reeleita relatora da Subcomissão da Assembleia Parlamentar da NATO

A deputada do PS/Açores à Assembleia da República, Lara Martinho, foi reeleita, relatora da Subcomissão sobre Capacidades Futuras de Segurança e Defesa da NATO, aquando da Sessão anual da Assembleia Parlamentar da NATO.

Lara Martinho reeleita relatora da Subcomissão da Assembleia Parlamentar da NATO

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Na ocasião, Lara Martinho, apresentou o relatório que elaborou sobre o programa de segurança cooperativa da NATO, a Iniciativa de Capacitação em Defesa e Segurança (DCB), refere comunicado.

Na sessão anual, que vai já na sua 66º edição, a parlamentar recordou que a iniciativa DCB, que representa um novo esforço bilateral de capacitação em defesa, procura oferecer um apoio efetivo ao setor de defesa e segurança, fundamentado num forte apoio político, sendo no total já cinco os países destinatários de pacotes NATO DCB, nomeadamente a Geórgia, Jordânia, República da Moldávia, Iraque e Tunísia.

Nesse sentido, a deputada socialista exortou a Assembleia Parlamentar da NATO a apoiar este programa, apelando ainda aos "parlamentares participantes para que possam contribuir com o seu conhecimento e experiência, de forma a acrescentar valor.

"Perigos claros e presentes proliferam em torno da vizinhança da Aliança, quer desde as incursões da Rússia na Geórgia e Ucrânia, bem como nos conflitos em curso na Síria e na Líbia”, afirmou a deputada, citada no comunicado, acrescentando ainda que os parlamentares ali representados estão bem posicionados para compartilhar as melhores práticas de supervisão parlamentar das forças armadas: “As forças militares de uma nação devem servir aos interesses de todos os cidadãos e, em sua composição, refletir a diversidade da nação”.

O relatório apresentado pela deputada incita ainda a que os governos da NATO sejam mais transparentes no que à assistência bilateral de segurança aos países com pacotes DCB diz respeito, recomendando também a expansão da cooperação e segurança com a Geórgia, que mantem a intensão de adesão à NATO, e o fortalecimento da parceria com a Jordânia.

Recorde-se que também no âmbito da NATO, Lara Martinho foi recentemente eleita membro da Direção da Comissão Portuguesa do Atlântico (CPA), associação filiada internacionalmente na Associação do Tratado do Atlântico, que tem por objetivo dar a conhecer a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e que se destaca pela defesa da paz, da liberdade, da democracia e dos direitos humanos.

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.