França

Jovens socialistas franceses querem ser "adoptados" por Sarkozy


 

Lusa / AO online   Internacional   14 de Out de 2009, 18:52

Jovens socialistas franceses lançaram hoje uma campanha pedindo para ser "adoptados" por Nicolas Sarkozy, numa altura em que o presidente é acusado de nepotismo devido à provável escolha do seu filho Jean, de 23 anos, para um importante cargo.
Quatro militantes do Movimento Jovens Socialistas franceses (MJS) estiveram hoje no Palácio do Eliseu para entregar "pedidos de adopção".

Segundo a agência France Presse, a polícia impediu-os de se aproximarem da entrada principal do palácio, mas um dos jovens afirmou que esta campanha vai continuar na internet.

"É mais fácil conseguir emprego quando se tem o nome Sarkozy", disse um dos jovens, Thomas Le Goff.

Os militantes do MJS disseram que convidam "todos os jovens franceses que procuram emprego ou experiência profissional a pedirem a adopção" a Sarkozy.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.