Açoriano Oriental
I Liga
Jorge Jesus recebido em Lisboa por benfiquistas com tarjas de boas-vindas

O treinador Jorge Jesus e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, chegaram esta terça-feira a Lisboa vindos do Brasil e foram recebidos por dezenas de adeptos dos ‘encarnados’ com tarjas de boas-vindas ao novo técnico da equipa de futebol.

Jorge Jesus recebido em Lisboa por benfiquistas com tarjas de boas-vindas

Autor: Lusa/AO Online

Jorge Jesus regressa ao Benfica, após ter orientado as ‘águias’ entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

O avião privado que trouxe a comitiva aterrou no Aeródromo Municipal de Cascais, por volta das 12:05 (menos uma nos Açores).

Acompanhados pela equipa técnica de Jorge Jesus, que segue o treinador neste retorno à Luz, não houve declarações à imprensa, saindo diretamente para os carros que aguardavam à porta do terminal.

À saída, esperavam dezenas de benfiquistas que quiseram dar as boas-vindas ao técnico, que completa 66 anos na sexta-feira, empunhando algumas tarjas com as mensagens: “Mister de volta a casa”, “Rumo ao 38!”, “Estamos juntos!” e “To be continued…” [“Para continuar…”, em português].

Na sexta-feira, o Benfica confirmou oficialmente, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que o treinador Jorge Jesus vai regressar em 2020/21 ao clube, cinco anos depois de ter saído para o Sporting.

O técnico ingressa no Benfica depois de rescindir contrato com o Flamengo, clube brasileiro ao serviço do qual conquistou seis troféus em pouco mais de um ano, incluindo a Taça Libertadores e o campeonato brasileiro.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e Sporting de Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos 'encarnados', que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.