Investimentos portugueses no Brasil somam 155 ME até Setembro


 

Lusa / AO online   Economia   2 de Nov de 2007, 10:59

Os investimentos directos portugueses no Brasil atingiram nos nove primeiros meses do ano 224 milhões de dólares (155 milhões de euros), informou à Lusa fonte do Banco Central (BC)
Os maiores investimentos provenientes de Portugal este ano foram da Aero LB Participações, do sector de transportes (32 milhões de dólares), Alnilan, indústria de artigos de borracha e plástico (31 milhões de dólares), Galo, da área de intermediação financeira (22 milhões de dólares) e White Martins Gases Industriais, fabricação de produtos químicos (18 milhões de dólares).
Investimentos portugueses inferiores a um milhão de dólares - e por isso não discriminados pelo BC - totalizaram 55 milhões de dólares.
O retorno de investimentos para Portugal de Janeiro a Setembro foi de 207 milhões de dólares (143 milhões de euros).
De acordo com os dados do BC, Portugal encontra-se na 18ª posição na ordem dos maiores investidores estrangeiros no Brasil este ano.
Nos primeiros lugares estão os Países Baixos (7.156 milhões de dólares), Estados Unidos (4.401 milhões de dólares), Luxemburgo (2.392 milhões de dólares),  Espanha (1.663 milhões de dólares) e Alemanha (1.546 milhões de dólares).
No acumulado de Janeiro a Setembro deste ano, os investimentos directos estrangeiros (IDE) somam 28.013 milhões de dólares (19.437 milhões de euros), o correspondente a três por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.
Desse total, 77,3 por cento são novos investimentos.
A expectativa do BC é de que os investimentos estrangeiros no Brasil este ano superem a projecção de 32.000 milhões de dólares.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.