Dia da Poupança

Ineficiência dos investimentos públicos é "escandalosa"


 

Lusa/AO online   Economia   29 de Out de 2010, 18:19

O economista José da Silva Lopes classificou esta sexta-feira a ineficiência dos investimentos públicos como “escandalosa” e sugeriu que antes da decisão política devem ser feitos estudos técnicos por entidades independentes.
“A ineficiência dos investimentos públicos é escandalosa”, disse o economista numa conferência promovida pelo Tribunal de Contas, no âmbito do Dia Mundial da Poupança.

Silva Lopes acrescentou, com ironia, que os alunos universitários deveriam fazer monografias sobre a eficácia do investimento público em Portugal, apontando casos como Sines, os pavilhões municipais e os estádios de futebol com destaque para o “monumento à estupidez nacional em matéria de investimento” que é o estádio de Leiria.

O economista defendeu que devia haver uma avaliação técnica de investimentos públicos, antes de aparecer a decisão política, “mas técnica independente”.

Para Silva Lopes, “os estudos técnicos são feitos por uns consultores que não sabemos bem que hipóteses é que lá puseram. Pode-se fazer estudos técnicos para justificar qualquer investimento até o estádio de Leiria”.

Questionado sobre as vantagens e desvantagens da entrada do FMI, o ex-ministro das Finanças e ex-governador do Banco de Portugal considerou que “obrigaria a fazer reformas estruturais” e que teria “consequências políticas complicadas” já que seria “muito mais doloroso do que este Orçamento do Estado”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.