Homem rouba bicicleta para ser preso e fugir à mulher e à mãe


 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Set de 2007, 10:50

Um chinês farto da mulher e da mãe pediu guarida numa esquadra de polícia e, após a recusa dos guardas, roubou mesmo uma bicicleta para tentar ser preso, informa hoje a imprensa oficial chinesa.
     "Eu queria ir preso, mesmo que fosse num campo de reeducação pelo trabalho. Ao menos aprendia um ofício novo e, quando saísse, todos os problemas familiares estariam resolvidos", disse o homem, de apelido Jin, citado pelo jornal Beijing Youth Daily.

    O homem, natural da província de Jiangsu, no leste do país, disse ao jornal não poder aguentar mais as péssimas relações entre a mãe e a mulher, nem as descomposturas constantes das duas mulheres quanto ao gosto de Jin pelo jogo a dinheiro.

    Quando o chefe da polícia da povoação de Huaian recusou abrigo a Jin, este decidiu roubar uma bicicleta, o que mesmo assim não foi suficiente para ser preso.

    "Durante quatro dias, Jin refugiou-se na esquadra e, apesar de todas as tentativas da polícia para o convencer, sempre se recusou a voltar para casa", diz o Beijing Youth Daily.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.