Há mais de 40 anos que folião canta ao Espírito Santo nos Açores

Há mais de 40 anos que folião canta ao Espírito Santo nos Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Jul de 2018, 14:57

Há mais de 40 anos que António Almeida "canta ao Espírito Santo", uma devoção que impulsionou a criação do Grupo de Foliões da Covoada que no fim de semana participa nas Festas do Espírito Santo em Ponta Delgada.

“Canto ao Espírito Santo há 40 anos. Faço coroações, procissões. Ser folião nasce com a gente”, disse António Almeida à agência Lusa, salientando que canta tudo de "improviso".

O grupo de Foliões da Covoada, cuja formação há 16 anos foi da responsabilidade de António Almeida, é um dos vários que participam nas XV Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, que decorrem de quinta-feira a domingo na maior cidade dos Açores, na ilha de São Miguel.

As XV Festas do Espírito Santo de Ponta Delgada conta com a presença do bispo timorense Ximenes Belo, Nobel da Paz em 1996.

As festas retomadas há mais de 10 anos já constituem um dos principais cartazes culturais e turísticos de Ponta Delgada com a presença de muitos emigrantes e turistas.

“Participo nas festas da cidade desde que foram retomadas”, referiu António Almeida, 59 anos, a maioria dos quais a cantar ao Espírito Santo durante o ano, ora na entrega das pensões, ora nos cortejos atrás das bandeiras dos Espírito Santo, acompanhado por vários instrumentos de cordas, mas essencialmente pelo acordeão.

Este tocador sublinha a sua enorme devoção ao Espírito Santo e a capacidade de improviso de um folião.

“Isto nasce com a pessoa e é uma coisa que não se aprende”, sustentou.

A poucos dias de marcar presença de novo nas Festas do Espírito Santo de Ponta Delgada, o grupo de Foliões da Covoada garante que não precisa de ensaios.

"Estamos sempre prontos para tocar", sublinhou o seu responsável, descrevendo a presença do grupo durante a distribuição das típicas sopas no Campo de São Francisco e no cortejo na avenida marginal.

A missa da coroação, o tradicional Concurso de Massa Sovada e a Bênção da Despensa do Espírito Santo, integram o programa das Festas do Espírito Santo.

Durante a manhã de sábado serão distribuídas pensões (refeições) e servidas as sopas do Espírito Santo e à tarde, na Avenida Infante D. Henrique, haverá um Cortejo Etnográfico, com a participação das 24 freguesias.

Na manhã de domingo, no Largo da Matriz, realiza-se a Missa da Coroação, seguindo-se nas Portas da Cidade, o Bodo de Leite e à tarde a Grande Coroação dos Impérios do Concelho.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.