Guarda Civil espanhola efectua rusgas a clínicas de abortos


 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Nov de 2007, 10:40

Agentes da Guarda Civil espanhola efectuaram rusgas a três clínicas especializadas na prática de abortos, na região de Barcelona, sob ordem judicial e perante suspeitas de que possam ter realizado abortos ilegais.
A operação policial, que se desconhece se será alargada a outras regiões espanholas, foi feita com base numa decisão de um juiz de instrução de Barcelona.

De acordo com fontes policiais, as clínicas visadas são privadas e localizadas num mesmo edifício, na zona de Les Três Torres, onde se realizam grande parte das interrupções voluntárias da gravidez em Barcelona.

As mesmas fontes indicaram que a operação tem como objectivo estabelecer se em alguns dos centros se praticaram abortos ilegais.

A legislação espanhola é idêntica à portuguesa e o Código Penal prevê que quem realize abortos fora dos casos permitidos possa ser punido com penas de até quatro anos de cadeia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.