Granizo e chuva forte provocam estragos em Santa Comba Dão


 

Lusa/AO Online   Nacional   22 de Abr de 2010, 07:44

O granizo e a chuva forte provocaram durante a noite estragos em Santa Comba Dão, levando a muitas inundações, quedas de muros e de árvores, disse à agência Lusa o presidente da autarquia, João Lourenço.

Segundo o autarca, o pior cenário verificou-se no centro da cidade, nomeadamente junto ao centro de saúde, onde o granizo chegou a atingir um metro de altura.

"Era uma tal quantidade de granizo que inundou as casas mais baixas. Mas os bombeiros e os vizinhos ajudaram à limpeza e as pessoas já dormiram nas suas casas", explicou.

João Lourenço contou que "choveu tanto, durante uma hora e meia", que a ribeira que passa no centro da cidade, nomeadamente em frente à câmara, "subiu mais de dois metros de altura".

"A ribeira transbordou e inundou a parada do quartel dos bombeiros em cerca de um metro", acrescentou.

O autarca referiu que houve ainda "árvores e muros caídos e muita terra nas estradas", situações que "hoje de manhã já serão resolvidas".

"No IP3 caiu uma barreira junto ao nó de Santa Comba Dão, provocando pequenos despistes sem gravidade. Foi cortada uma faixa de rodagem, levámos para lá uma máquina para remover terra e penso que a situação ficou resolvida durante a noite", afirmou.

Hoje de manhã, três equipas vão andar pelo concelho a avaliar se houve mais estragos, nomeadamente nas zonas mais rurais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.