TSD/Açores

"Governo Regional incapaz de travar o desemprego"

"Governo Regional incapaz de travar o desemprego"

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   6 de Fev de 2019, 12:25

Os TSD/Açores manifestaram, esta quarta-feira, a sua profunda preocupação com a evolução negativa que o desemprego continua a registar na Região onde, “pelo sexto ano consecutivo, o Governo do PS foi incapaz de reduzir a taxa para valores inferiores à média nacional”, constatou Joaquim Machado, citado em comunciado.

O líder dos TSD/Açores, refere que “continuamos, infelizmente, a divergir da média nacional. E é forçoso concluir que a crise ainda não acabou nos Açores, porquanto se regista um número de desempregados bastante superior ao que se verificava há dez anos”.


Segundo Joaquim Machado, as políticas de combate ao desemprego e promoção do emprego são inconsequentes: “Por muito que Vasco Cordeiro e Sérgio Ávila façam discursos cor de rosa, que digam que a economia e as finanças públicas regionais estão de saúde e em crescimento, a realidade desmente-os”, refere.


“Há menos açorianos com emprego, aumentam a precariedade laboral e o trabalho parcial, predomina o emprego com baixa remuneração e não conseguimos, tão-pouco, beneficiar da conjuntura internacional e portuguesa favorável à criação de postos de trabalho”, disse Joaquim Machado.


A tudo isto acresce “o elevado número de trabalhadores integrados em programas de ocupação temporária, cerca de 5 mil. E ainda de muitos jovens integrados em programas de estágio, tratando-se, portanto, de emprego subsidiado, que tem impacto estatístico, mas com pouca relevância na criação efetiva de postos de trabalho”, acrescenta o líder dos TSD/Açores.


“Aliás, os jovens são o grupo mais fustigado pelo desemprego na Região e com isso o Governo Regional do Partido Socialista compromete o futuro dos Açores”, conclui Joaquim Machado.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.