Governo estuda alternativas para minimizar encerramento da Leoni

 Governo estuda alternativas para minimizar encerramento da Leoni

 

Lusa / AO online   Economia   4 de Dez de 2009, 14:45

O ministro da Economia, Vieira da Silva, revelou, em Bruxelas, que o Governo está a estudar as alternativas que podem existir para minimizar as consequências do anúncio do encerramento da empressa Leoni, que vai colocar no desemprego 599 trabalhadores.
"Estamos a trabalhar no sentido de perceber/entender quais são as alternativas que podem existir para essa localização", disse José António Vieira da Silva à margem de uma reunião dos ministros responsáveis pela competitividade da União Europeia.

O responsável governamental sabia que "a evolução dessa empresa era negativa", mas desconhecia que "o desfecho estivesse tão curto como se veio a revelar".

A Leoni Viana, que se dedica ao fabrico de cablagens para o sector automóvel, anunciou que vai encerrar portas em finais de 2010, colocando no desemprego 599 trabalhadores.

A administração da fábrica de Viana do Castelo da Leoni justificou o encerramento daquela unidade com a crise internacional, que levou à diminuição de encomendas e à consequente "queda a pique" da facturação.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.