Governo dos Açores pede "solução duradoura" para universidade da região

Governo dos Açores pede "solução duradoura" para universidade da região

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Set de 2013, 14:36

O Governo dos Açores congratulou-se hoje por o executivo da República ter disponibilizado 1,2 milhões de euros para a universidade da região arrancar com o ano letivo, mas adverte que é necessário encontrar uma "solução duradoura".

“O Governo dos Açores congratula-se com o facto de o Governo da República ter, finalmente, assumido as suas responsabilidades perante a Universidade dos Açores, que é da sua tutela, ao disponibilizar a verba necessária para que academia açoriana ultrapasse as dificuldades que são do conhecimento público”, refere uma nota do gabinete de imprensa do executivo regional.

O Governo dos Açores “chama, no entanto, a atenção” para os “desafios que estão pela frente” e para a “necessidade de se encontrar uma solução duradoura” que “garanta a sustentabilidade” da Universidade dos Açores.

O executivo dos Açores reafirma a sua “disponibilidade” para “continuar a apoiar esta instituição” de ensino superior, tanto na tripolaridade como no financiamento à investigação científica, dizendo que nos últimos nove anos deu à universidade da região mais de 24,8 milhões de euros.

O secretário de Estado do Orçamento deu na terça-feira o seu aval à disponibilização de uma verba de 1,2 milhões de euros para a Universidade dos Açores na sequência de uma deslocação do reitor da academia açoriana a Lisboa.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.