Açoriano Oriental
Covid-19
Governo dos Açores já começou a planear regresso à normalidade

O responsável da Autoridade de Saúde Regional dos Açores admitiu que o executivo já está a planear um regresso à normalidade no arquipélago, mas não avançou com datas para o levantamento das restrições impostas devido à Covid-19.

Governo dos Açores já começou a planear regresso à normalidade

Autor: Lusa/AO Online

“Não digo que ainda seja precoce começarmos a pensar nessa possibilidade, no entanto, tem de ser devidamente planeada e ponderada, acompanhando também a evolução do surto em território continental, mas estamos a trabalhar nesse sentido, para vermos que tipo de medidas, que existem neste momento na região, é que podem começar a ser ponderadas para serem levantadas e diminuídas”, avançou.

Tiago Lopes, que é também diretor regional da Saúde, falava, em Angra do Heroísmo, no ponto de situação diário sobre a evolução do surto da Covid-19 nos Açores.

O responsável da Autoridade de Saúde Regional lembrou, no entanto, que a situação atual pandemia da Covid-19 não é igual em todas as ilhas do arquipélago, admitindo mais restrições na ilha de São Miguel, onde estão 84 dos 111 casos positivos ativos.

“Nalgumas ilhas, nomeadamente São Miguel, ainda exige o seu cumprimento e não podemos assegurar que não possam ser até acentuadas”, apontou.

A ilha de São Miguel tem cordões sanitários em todos os seus concelhos, que impedem a livre circulação entre eles, desde o dia 3 de abril e a medida foi prolongada até 1 de maio.

Enquanto o levantamento de restrições não for decidido, Tiago Lopes apela a que a população continue a cumprir as recomendações da Autoridade de Saúde Regional.

“Para já não deveremos ainda cair no engano de que estará tudo bem e que poderemos voltar a essa normalidade tão depressa quanto isso”, frisou.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.