Governo dos Açores está a trabalhar por uma boa proposta para a futura Política Agrícola Comum

Governo dos Açores está a trabalhar por uma boa proposta para a futura Política Agrícola Comum

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   26 de Nov de 2018, 08:48

O secretário regional da Agricultura e Florestas afirmou que o Governo dos Açores está empenhado e a trabalhar, a vários níveis, para alcançar uma boa proposta para a Política Agrícola Comum (PAC) 2021 - 2027, que garanta um adequado financiamento para prosseguir com o desenvolvimento do setor agrícola.

“É necessário um adequado financiamento europeu de modo a prosseguirmos, nos Açores, o bom trabalho ao nível do desenvolvimento do setor agrícola e prepará-lo para os desafios do futuro, considerando que qualquer diminuição de verbas no âmbito da PAC 2021 – 2027 seria um retrocesso injustificado”, frisou João Ponte citado em nota do Gacs.



O governante, que falava à margem da entrega de prémios do V Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia de Outono, destacou o “grande trabalho” que tem sido feito na Região ao nível do desenvolvimento da agricultura e do reforço da sustentabilidade do setor, salientando que “os resultados alcançados não podem ser agora interrompidos”.



“O caminho a seguir é aproveitar a nossa capacidade produtiva, unir esforços e trabalhar para melhorarmos, por um lado, o desempenho das explorações agrícolas e da agroindústria, reforçando a capacidade competitiva e a rentabilidade e, a outro nível, o europeu, conseguirmos uma boa proposta da PAC, com um financiamento justo e adequado”, disse João Ponte.



O secretário regional salientou que o Governo dos Açores está motivado e empenhado em continuar a melhorar as infraestruturas agrícolas, a trabalhar para a redução de custos de produção, a proporcionar mais formação aos agricultores e a incentivar o setor a apostar mais na inovação.



“Só assim teremos uma agricultura mais sustentável, capaz de remunerar melhor o trabalho feito pelos agricultores e, simultaneamente, mais atrativa para termos mais jovens optarem por um futuro profissional na agricultura”, frisou.



Nos últimos três dias, segundo João Ponte, foi possível assistir no Pavilhão de Exposições de São Miguel à excelência do setor agrícola na área da bovinicultura de leite, resultado do grande trabalho feito pelos agricultores, da aposta que foi feita na genética, na sanidade e no bem-estar animal.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.