Açoriano Oriental
Gipsy Kings e The Gift cabeças de cartaz do Festival Cais Agosto

O Festival Cais Agosto volta a apostar este ano na internacionalização com a presença no palco principal, a 1 de agosto, dos Gipsy Kings.

article.title

Foto: CMSR
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

De acordo com nota, as entidades organizadores do festival, Câmara Municipal de São Roque do Pico e a Associação Cultural, apostam numa banda que se notabilizou com temas como por exemplo: ‘Bamboleo’, ‘Djobi Djoba’, ‘Volare’ e ‘Baila Me, entre muitos outros.

Esta aposta na internacionalização foi sublinhada pelo presidente da autarquia, na apresentação do evento, que irá realizar-se entre 29 de julho e 2 de agosto.

Mark Silveira espera que o programa possibilite cinco dias de muita animação, lembrando que esta aposta se deve, em parte, à limitação de bandas no panorama nacional português: “No Triângulo existem seis festivais de música que se realizam no espaço de um mês e meio. Cada festival traz no mínimo três cabeças de cartaz, ou seja, sem querer repetir muito o nome dos artistas, não é fácil conseguir variar, sendo necessário por vezes recorrer a grupos do exterior do País”, disse citado em nota.

Numa altura em que ainda falta definir o cartaz dos dj’s que vão passar pela tenda eletrónica, o cartaz da 26ª edição do Festival aposta também no regresso dos portugeuses dos The Gift.

Quatro anos depois da última presença em São Roque, a banda sobe ao palco no dia 2 de agosto e encerrar com chave de ouro o Cais Agosto.

O Cais Agosto inicia-se a 29 de julho com o tradicional festival de filarmónicas, seguindo-se a atuação da banda açoriana The Code.

Para a noite seguinte, dia 30 de julho, está reservada o Hip-Hop/Trap, RnB, com a subida ao palco principal de Plutónio.

A noite do dia 1 de agosto, está reservada à atuação dos Quatro e Meia. O sexteto nascido no meio estudantil de Coimbra, que rapidamente chegou ao topo de vendas a nível nacional, promete levar ao Cais Agosto temas que o popularizaram como ‘P’ra Frente é que é Lisboa’ e ‘Pontos nos Is’.

O Festival, que pretende valorizar as raízes culturais de São Roque do Pico, vai igualmente dar destaque aos grupos folclóricos, bem como às marchas com o tradicional desfile, sem esquecer as exposições de livros e de artesanato.

Para os cinco dias de festa estão igualmente agendados passeios em botes baleeiros e uma Feira Gastronómica, bem como diversas provas desportivas no mar.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.