Furacão "Sandy" enfraquece, depois de ter feito 21 mortos, a maioria dos quais em Cuba

Furacão "Sandy" enfraquece, depois de ter feito 21 mortos, a maioria dos quais em Cuba

 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Out de 2012, 12:23

O furacão "Sandy" perdeu força, baixando da categoria II para a I, esta quinta-feira, depois de ter deixado um rasto de 21 mortos durante a sua passagem pelas Caraíbas.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões em Miami, nos Estados Unidos, os ventos máximos do “Sandy” diminuíram para cerca de 150 quilómetros por hora.

O "Sandy" deixou um rasto de morte e destruição à sua passagem, tendo causado, de acordo com as agências internacionais 21 mortos, 11 dos quais em Cuba, nove no Haiti e um na Jamaica.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.