Fundador da Blackwater considera ter sido traído pelos Estados Unidos


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Dez de 2009, 17:19

O fundador da empresa de segurança Blackwater, Erik Prince, considerou que foi abandonado pelas autoridades norte-americanas depois de lhes ter prestado serviço durante a guerra contra o terrorismo, numa entrevista publicada pela revista Vanity Fair.
Na edição de Janeiro da revista, Prince anunciou que quer distanciar-se do grupo que criou em 1997 e que foi a maior empresa privada de segurança utilizada pelos Estados Unidos no Iraque.

Prince lamentou que democratas próximos da administração do presidente Barack Obama o tenham apresentado como um subcontratado dos serviços secretos norte-americanos (CIA) encarregue de cometer assassínios contra inimigos dos Estados Unidos, situação que desmente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.