Franceses vão trabalhar mais e pagar mais impostos


 

Lusa / AO online   Economia   17 de Mai de 2010, 14:58

Os franceses terão que trabalhar mais tempo e pagar mais impostos para financiar as pensões de reforma, alertou o Governo num documento estratégico apresentado no passado fim-de-semana.
Apesar de o documento não avançar detalhes sobre os novos impostos, os juristas encaram-no como o primeiro sinal de que o presidente Nicolas Sarkozy poderá estar a preparar-se para abandonar uma das suas reformas centrais.

Pouco depois de tomar posse em 2007, Sarkozy criou um "escudo fiscal" para garantir que os trabalhadores com remunerações mais altas não veriam os impostos aumentar em mais de 50 por cento do ordenado.

Este "escudo" era já controverso antes da crise económica, com a esquerda francesa a considerá-lo um "presente" para os mais ricos, e está agora a ser contestado por todas as alas como um luxo desnecessário numa conjuntura económica difícil e com elevados níveis de desemprego.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.