Festas Sanjoaninas 2013 com "Mar de Emoções" como tema central


 

Lusa/AO online   Regional   25 de Set de 2012, 15:11

As Festas Sanjoaninas 2013 vão decorrer entre 21 a 29 de junho, em Angra do Heroísmo, tendo como tema central 'Mar de Emoções', numa edição que aposta na aproximação aos emigrantes.

"Nós, rodeados por este mar imenso e riqueza cultural, não somos mais do que um mar de emoções", afirmou Ricardo Matias, presidente da comissão de festas, na conferência de imprensa de apresentação do cartaz das Sanjoaninas 2013.

Ricardo Matias apontou como exemplos do 'mar de emoções' os sentimentos provocados pelas paisagens, gastronomia, património e festividades da Terceira, bem como a alegria e a capacidade de acolher dos terceirenses.

"As Sanjoaninas constituem um momento em que o cidadão, o turista e o emigrante podem reviver toda uma série de tradições, costumes e emoções", frisou, revelando que, "pela primeira vez na história das Sanjoaninas", a comissão está a trabalhar num projeto que envolve a "presença ativa" das comunidades emigrantes nos EUA, Canadá e Brasil.

"Estamos a contar com um forte apoio das companhias aéreas e de um grupo de cidadãos que têm colaborado connosco no outro lado do Atlântico", afirmou.

Ricardo Matias salientou ainda que será lançada em breve uma "plataforma de comunicação, inovadora em termos de Sanjoaninas", que permitirá fazer chegar a informação a todo o mundo.

O cartaz das Sanjoaninas 2013 tem um padrão de fundo com desenhos animados, que representam as diversas áreas que compõem as festas, desde a gastronomia ao desporto, passando pela tauromaquia, pela música e pelas tradições, tendo como cor dominante o vermelho, "símbolo da paixão e do sentimento".

A presidente da Câmara de Angra do Heroísmo, Sofia Couto, frisou que o orçamento das festas "ainda não está concluído", mas adiantou que a comparticipação da autarquia será de 250 mil euros, igual à deste ano.

Em 2012, as Sanjoaninas tiveram um custo de cerca de 586 mil euros, excluindo os espetáculos tauromáquicos, tendo Ricardo Matias admitido que em 2013 o orçamento deve aproximar-se dos 600 mil euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.