Açoriano Oriental
Federação Agrícola dos Açores destaca importância do apoio ao concentrado fibroso

A Federação Agrícola dos Açores (FAA) destacou a importância da portaria do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) que prevê um apoio extraordinário para aquisição de concentrado fibroso destinado à alimentação do efetivo pecuário.

Federação Agrícola dos Açores destaca importância do apoio ao concentrado fibroso

Autor: Lusa

“Esta era uma medida de grande urgência que os agricultores necessitavam para colmatar as deficiências alimentares do seu efetivo pecuário”, referiu a FAA em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

O executivo açoriano vai conceder um apoio extraordinário para aquisição de concentrado fibroso destinado à alimentação do efetivo pecuário da região, devido aos “efeitos nefastos” das alterações climáticas, segundo uma portaria publicada hoje no Jornal Oficial.

Na nota, a FAA assinala a importância da implementação da portaria “que irá, nesta altura difícil, permitir às explorações agropecuárias uma gestão mais equilibrada e eficiente”.

A federação lembra que “devido às condições climatéricas adversas que ocorreram nos últimos meses nos Açores, em que [a] elevada pluviosidade foi uma constante, foi necessário encontrar uma solução para colmatar a falta de alimentos para o gado na região, decorrente da escassez de forragens que se tem verificado”.

“Desta forma e em consonância com o Governo dos Açores, foi hoje publicada uma portaria que prevê um apoio extraordinário por quilograma de 10 cêntimos para São Miguel e Terceira e de 12 cêntimos para as restantes ilhas, à aquisição de concentrado fibroso até 5.500 toneladas, e que tem como objetivo alimentar o efetivo pecuário de todas as ilhas dos Açores”, acrescenta.

A FAA também sublinha que o limite de apoio “pode ser alterado, consoante as necessidades alimentares do efetivo pecuário dos Açores”.

De acordo com a portaria da Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, são beneficiários os operadores económicos que fabricam e que comercializam concentrado fibroso, “refletindo-se o apoio a que a mesma se refere na sua comercialização aos produtores agropecuários de todas as ilhas” da região autónoma.

O secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural dos Açores, António Ventura, que assina o documento, justifica o apoio extraordinário à aquisição de concentrado fibroso destinado à alimentação do efetivo pecuário da região, “considerando a voracidade dos efeitos nefastos das alterações climáticas, que têm provocado condições meteorológicas atípicas, nomeadamente elevados níveis de pluviosidade adversos à normal produção agrícola, em particular às produções forrageiras”.

A medida também é fundamentada, entre outros fatores, tendo em conta que a disponibilização de concentrado fibroso ao efetivo pecuário açoriano se afigura “fulcral para minimizar os efeitos da escassez de forragens”.

A portaria entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados