Taça da Liga

Fátima eliminou FC Porto, Benfica e Sporting salvaram-se na "lotaria"

Fátima eliminou FC Porto, Benfica e Sporting salvaram-se na "lotaria"

 

Lusa/AO   Futebol   26 de Set de 2007, 22:25

O Fátima foi o grande protagonista da terceira eliminatória da Taça da Liga em futebol, ao afastar em casa o bicampeão FC Porto
O Fátima foi o grande protagonista da terceira eliminatória da Taça da Liga em futebol, ao afastar em casa o bicampeão FC Porto no desempate por pontapés da marca da grande penalidade, que salvaram Benfica e Sporting.
A actuar em casa, a formação estreante na Liga de Honra logrou “arrastar” a decisão para a “lotaria”, acabando por vencer por 4-2, ao marcar os quatro remates e beneficiar dos falhanços de Lino (defesa de Pedro Duarte) e Mariano Gonzalez (ao lado).
Mais felizes foram o Benfica e o Sporting, que venceram pela mesma forma de desempate nos redutos do Estrela da Amadora (5-4) e do Vitória de Guimarães (7-6), também da Liga principal, após empates a um e a zero golos, respectivamente.
Para chegar ao desempate por pontapés da marca da grande penalidade, o Benfica beneficiou, porém, de um penalti “fantasma”, marcado por Freddy Adu, aos 92 minutos, depois de Wagnão levar com a bola na cabeça... e não na mão, como avaliou o auxiliar.
Antes, o Estrela da Amadora tinha-se adiantado no marcador, aos 35 minutos, por intermédio do central brasileiro Maurício, na transformação perfeita de um livre directo.
No desempate, o Benfica acabou por ser mais feliz, já que só falhou uma tentativa, por parte do guarda-redes alemão Butt, que nem precisou de defender qualquer pontapé, uma vez que Maurício atirou à barra e Yoni rematou por cima do travessão.
Em Guimarães, o Vitória local manteve a invencibilidade (para as estatísticas só contam os 90 minutos), mas caiu num “interminável” desempate, que sorriu aos “leões” ao 20º pontapé, quando o ex-jogador “leonino” João Alves atirou ao lado do poste direito.
Rabiola e Desmarets (defesas de Tiago) e Luciano Amaral (à barra, num remate que daria a qualificação aos locais) também falharam para os anfitriões, enquanto Ronny, Miguel Veloso e Tonel viram os seus remates parados pelo guarda-redes Nilson.
Além dos encontros dos três “grandes”, mais dois foram decididos nas grandes penalidades, vitimando outras tantas formações da Liga principal: o Paços de Ferreira perdeu por 4-3 em Aveiro, face ao Beira-Mar, após 0-0 nos 90 minutos, e o Belenenses foi derrotado pelo mesmo no reduto do Portimonense, depois de 1-1.
O Fátima, o Beira-Mar e o Portimonense não são, porém, os únicos representantes da Liga de Honra na quarta ronda, pois também o Penafiel conseguiu o apuramento, ao vencer em casa o Nacional por 1-0, graças a um golo de Guedes.
Em dois embates entre equipas da Liga, a União de Leiria venceu por 2-0 no reduto do Leixões, que, desta forma, sofreu a primeira derrota da época em jogos oficiais, enquanto o Vitória de Setúbal recebeu e bateu o Sporting de Braga pelo mesmo resultado.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.