Açoriano Oriental
Famílias podem contribuir para o envelhecimento ativo dos seus idosos
A secretária regional da Solidariedade Social defendeu quinta-feira à noite, na Horta, que as famílias podem contribuir de forma decisiva "para o envelhecimento ativo dos seus idosos".
Famílias podem contribuir para o envelhecimento ativo dos seus idosos

Autor: Ana Carvalho Melo

Segundo nota do GACS, Piedade Lalanda salientou que esta fase do envelhecimento "não é forçosamente uma paragem na vida das pessoas”.


A Secretária Regional, que falava à margem da conferência Família e Envelhecimento, onde apresentou uma palestra sobre O Papel da Família no Envelhecimento Ativo, considerou que a velhice “pode ser também um tempo produtivo, um tempo até de formação – e a própria Universidade Sénior é um bom exemplo disso –, de aprendizagem, de troca de experiências”.

A conferência Família e Envelhecimento foi uma iniciativa conjunta da Universidade Sénior do Faial e da Pró-Reitoria para a Formação ao Longo da Vida da Universidade dos Açores, integrada nas comemorações do Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.