Política

Eurodeputados socialistas acusam Paulo Rangel de "denegrir a imagem" de Portugal


 

Lusa / AO online   Nacional   8 de Fev de 2010, 17:23

Os eurodeputados socialistas portugueses insurgiram-se esta segunda-feira, em Estrasburgo, contra declarações que consideram “inaceitáveis” do deputado europeu social-democrata Paulo Rangel que acusam de “denegrir a imagem do país junto dos restantes políticos europeus“.
“As declarações de hoje do deputado Paulo Rangel no Parlamento Europeu ultrapassam tudo o que julgávamos possível e aceitável no debate político”, declararam os deputados socialistas portugueses numa nota à imprensa.

Paulo Rangel afirmou esta tarde, na abertura da sessão plenária do Parlamento Europeu, que existe "um plano do Governo para controlar" os meios de comunicação social que põe em causa "a liberdade de expressão", acrescentando que “Portugal já não é um Estado de direito”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.