Açoriano Oriental
UE
Eurodeputadas admitem "chumbar" nova Comissão de Barroso
Eurodeputadas portuguesas de diversas forças políticas admitiram votar contra a nova Comissão Europeia caso se confirme uma fraca representação feminina na composição do futuro colégio de comissários.
article.title

Foto: DIRK WAEM
Autor: Lusa / AO online
Ouvidas pela Agência Lusa, Edite Estrela, do PS, Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, e Ilda Figueiredo, do PCP, afirmaram-se muito preocupadas com o "sinal negativo" que constitui uma Europa com cada vez menos mulheres nos cargos de alta responsabilidade política e admitiram abster-se ou votar contra a futura Comissão, se não for minimamente assegurada a igualdade de géneros.

Apenas Regina Bastos, do PSD, exclui a hipótese de penalizar a Comissão de José Manuel Durão Barroso com um voto desfavorável, lembrando que o presidente do executivo comunitário "fez tudo ao seu alcance" para assegurar uma forte presença feminina no seu colégio, com recomendações expressas nesse sentido aos Estados-membros.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.