Euro valoriza face ao dólar


 

Lusa / AO online   Economia   10 de Out de 2007, 17:29

O euro valorizou hoje face ao dólar, depois dos dados referentes à produção industrial na França e Itália terem reduzido as especulações de que a subida do euro seja o tema central da reunião do G-7.
    Às 17:31, o euro valia 1,4144 dólares, acima dos 1,4092 dólares a que negociava na terça-feira ao final do dia.

    Durante a sessão de hoje, a cotação da moeda europeia oscilou entre um mínimo de 1,4073 dólares e um máximo de 1,4171 dólares.

    O euro subiu face ao dólar na medida em que a produção industrial na França e Itália reduziu as especulações de que os ganhos da moeda única europeia não seja o tema central da reunião do G-7 da próxima semana.

    O que indicia que apesar do euro estar a valorizar, não quer dizer que esteja a limitar significativamente as exportações dos países da Zona Euro.

    A produção industrial na França aumentou 0,3 por cento em Agosto, face ao mês de Julho, quando subiu 1,7 por cento (valor revisto).

    Os analistas contactados pela agência Bloomberg esperaram que a produção industrial caisse 0,3 por cento, pelo que o valor saiu acima das previsões.

    Em termos homólogos, a produção industrial na França subiu 2,6 por cento.

    Na Itália, a produção industrial cresceu 1,3 por cento em Agosto, face ao mês anterior, quando subiu 0,3 por cento (valor revisto), superando as estimativas dos analistas que esperavam um crescimento de 0,6 por cento.

    Face ao mesmo mês do ano passado, a produção industrial subiu 2,9 por cento.
Divisas..............Hoje 17:31.........Terça-feira 

    Euro/dólar.............1,4144...............1,4092

    Euro/iene..............165,79...............164,87

    Euro/libra.............0,6925...............0,6930

    Dólar/iene.............117,22...............117,00
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.