“Este Governo da República já deu provas de honrar os seus compromissos”

“Este Governo da República já deu provas de honrar os seus compromissos”

 

Paulo Faustino   Regional   28 de Ago de 2019, 08:41

Isabel Almeida Rodrigues Cabeça-de-lista do PS pelos Açores à Assembleia da República quer contribuir para que as Regiões Autónomas assumam poderes de gestão e de decisão relativamente ao seu mar e para que tenham também direito a um círculo eleitoral ao Parlamento Europeu

O que a levou a aceitar o desafio de ser cabeça de lista pelo PS Açores às eleições legislativas nacionais?


Quero começar por agradecer a oportunidade de estar aqui e, relativamente à questão que me coloca, eu como açoriana que procura ser empenhada e contribuir ativamente para a vida da sua região, e como militante socialista, achei que tinha a responsabilidade de aceitar a confiança que foi em mim depositada para encabeçar a lista do PS Açores à Assembleia da República. E é, de facto, com muita responsabilidade e também humildade que aceito este desafio, orgulhosa quer pelas pessoas que me acompanham na lista e que têm provas dadas em muitas áreas de atividade na vida da Região, quer também pelo trabalho que foi feito pelos nossos deputados e pelo próprio Governo da República ao longo dos últimos 4 anos. Mas a grande motivação para se abraçar um desafio destes e para se assumir uma responsabilidade desta natureza, é todo o trabalho que importa ainda fazer em defesa da nossa Autonomia, dos nossos interesses, do mar dos Açores, dos nossos setores económicos. Portanto, diria que há um misto de orgulho no trabalho feito e uma grande motivação por aquele trabalho que falta fazer e que eu espero poder contribuir com o meu saber e com a minha experiência para que esse trabalho resulte a favor das açorianas e dos açorianos, a favor do desenvolvimento dos Açores.


Pode ler na íntegra a entrevista na edição desta quarta-feira, 28 agosto 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.