Enfermeiros ameaçam abandonar CODU


 

Lusa / AO online   Nacional   1 de Abr de 2010, 12:09

Os enfermeiros ameaçam deixar de prestar serviço a partir desta quinta-feira nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM, caso o Ministério da Saúde não se comprometa a colocá-los nestes serviços durante as 24 horas.
Segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) e a Associação Portuguesa de Enfermeiros de Emergência Pré-Hospitalar, o Ministério da Saúde decidiu na quarta-feira à noite manter estes profissionais nos CODU, mas apenas entre as 08:00 e as 20:00.

"Na sexta-feira, o Conselho Directivo do INEM deu uma ordem de expulsão a todos os enfermeiros dos quatro CODU. Ontem decidiram que continuavam apenas 12 horas por dia e apenas durante o mês de Abril, enquanto fazem um estudo sobre a pertinência da quantidade dos enfermeiros nestes centros", afirmou à agência Lusa José Carlos Martins, coordenador do SEP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.