Empresas devem reforçar cooperação com universidades


 

Lusa / AO online   Economia   27 de Out de 2009, 11:52

O presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, considera que para aumentar as exportações portuguesas é preciso reforçar a cooperação com as universidades e requalificar os gestores.
Entrevistado pela agência Lusa em Moscovo, onde participou numa Conferência Internacional sobre Energias Renováveis, Basílio Horta sublinhou que o Executivo não precisa dos seus conselhos nesta área, mas reconheceu que "é necessário tomar um conjunto de medidas e aperfeiçoar outras".

Portugal precisa de "aumentar o valor acrescentado da oferta nacional, o que pressupõe uma aposta séria na cooperação com as universidades”, disse.

“Deve-se alargar a base exportadora nacional, o que exige um trabalho muito estreito com as PME [Pequenas e Médias Empresas] no sentido da requalificação dos gestores e dar-lhes a conhecer novos mercados, como temos vindo a fazer”, continua Basílio Horta.

O presidente da AICEP saudou a decisão do Governo de concentrar no Ministério da Economia, liderado por Vieira da Silva, a gestão dos fundos comunitários, retirando-os da esfera do Ministério do Ambiente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.